Copyright © 2020 todos os direitos reservados WF Arquitetos

Site desenvolvido por Marcus Zambello

TUCUMÃ
Residencial

Muitas vezes, privacidade e conforto é tudo o que uma família poderia desejar em uma morada. Um casal atuante no mercado financeiro e os filhos adolescentes buscavam, além dessas qualidades, um projeto atual, prático e aconchegante, com espaços generosos para que cada um cultivasse a sua individualidade e desenvolvesse seus hobbies. 

Remodelado em estilo contemporâneo, o apartamento duplex de 670 m², situado na capital paulista, recebeu os espaços mais privativos, compostos de quatro suítes e uma sala íntima no mezanino, situado no piso superior. Na parte de baixo, foram estabelecidas as áreas de convivência e trabalho, como estar, home theater, jantar, cozinha, lavanderia e sala de bike.

“O apartamento estava cru, sem revestimentos, pisos ou forro. A laje do mezanino foi ampliada para criar alinhamentos e melhorar o espaço da sala íntima”, notam as autoras do projeto. Além disso, algumas paredes internas sofreram alterações para se adequar ao layout desejado. Elas também transformaram a suíte máster em dois banheiros separados, sendo um para a esposa e o outro para o marido.

Segundo Sephanie e Beatriz, um dos grandes desafios foi transformar a sala de estar em um ambiente acolhedor, por conta do pé-direito duplo e das esquadrias de vidro e alumínio. Para isso, optaram por aplicar madeira, revestindo o forro do pé-direito duplo, a laje e o peitoril do mezanino com o material. “Criamos um efeito de acolhimento, deixando os espaços abaixo e sobre o mezanino mais interessantes e visualmente ricos”, afirmam. O mesmo recurso foi utilizado no home theater, fazendo com que os moradores se sintam “abraçados” quando estão relaxando no ambiente.

Elas observam que tanto a iluminação como a marcenaria foram fundamentais para que um apartamento tão grande e com espaços amplos tivesse o clima acolhedor desejado. Na iluminação, o tom quente prevalece, com luz suave e indireta, luminárias decorativas e luz em cortineiros. No forro de madeira, as sancas para embutir as luminárias minimizam a interferência no teto.

Nos espaços de convivência com medidas mais enxutas, o branco predomina, proporcionando claridade, leveza, amplitude e expansão. Por outro lado, em locais que pediam mais intimidade e acolhimento, como suíte máster, escritório, home theater e hall sociais, Stephanie e Beatriz inseriram elementos revestidos em madeira.

Apesar da dificuldade de criar uma conexão visual entre os diversos espaços da casa, uma vez que cada um possui um uso, as arquitetas alinharam os materiais para que todo o apartamento tivesse uma identidade. Além disso, elas buscaram uma linguagem contemporânea e neutra, com materiais e mobiliários mais aconchegantes, exemplificados nos tecidos dos sofás, no uso de madeira natural em móveis, forro e painéis, e em pontos de destaque com peças de design nacional assinado.

 

Fornecedores:

Estar: Lumini, Etel Interiores, Micasa, Arthur Decor, Bel Colore (tapete)

Jantar: Etel, Sollos, Arthur Decor

Home Theater: Arthur Decor, Decameron, Codex, Bel Colore (tapete)

Cozinha: Kitchens, Lumini, Portobello, Deca

Sala Íntima: Decameron, Bel Colore (tapete)

Obra civil, planejamento obra e reforma: Atiossi Engenharia

Texto: Stratégie Comunicação